Controle de Vetores

Controle de Vetores

Podemos classificar os vetores como os insetos ou animais que transmitem doenças para os humanos nos centros urbanos. Ou seja: formigas, pulgas, baratas, cupins, ratos, entre outros.

As enfermidades transmitidas por esses seres precisam de um vetor, ou seja, um inseto ou animal intermediário para levar a doença para as pessoas ou outros animais.

O controle de vetores pode ocorrer de 3 formas: Controle Biológico, Controle Mecânico ou Ambiental e o Controle Químico.

O primeiro é feito de maneira natural, pelo próprio meio. O segundo consiste na eliminação de áreas que são próprias para a proliferação dos vetores. Já a última é a utilização de inseticidas para o controle de vetores.

controle-de-vetores-1

O que é feito em um controle de pragas e vetores

Ao realizar o controle vetorial mecânico são eliminados: pneus antigos, água parada, latas sem utilidade etc. Com o controle químico, produtos específicos são formulados de acordo com cada fase na qual o vetor está.

Os inseticidas utilizados recebem a classificação de larvicidas, quando têm como foco eliminar larvas, ou adulticidas, para a eliminação de insetos maduros.

O controle vetorial deve seguir procedimentos de segurança e preferencialmente ser feito por um profissional qualificado. No processo são realizadas as seguintes ações:

  • Controle de Baratas
  • Controle de escorpiões
  • Controle de mosquitos
  • Dedetização de moscas
  • Dedetização de Pulgas
  • Dedetização de aranhas
  • Manejo de pombos
  • Manejo de morcegos

controle-de-vetores-2

Problemas causados por não realizar o controle de vetores

As doenças de vetores não têm uma transmissão direta, como ocorre com bactérias e vírus. Elas são transmitidas apenas por meio desses insetos e animais indesejados.

As principais enfermidades causadas por vetores urbanos são:

  • Mosquitos: Dengue, Dirofilariose, Leishmaniose, Febre Amarela etc;
  • Pulgas: Micoplasma, Dipilidium, entre outras;
  • Carrapatos: Lyme, Babésia, Febre Maculosa, Erlichiose, entre outras;
  • Moscas:  Miíases, Bernes etc;
  • Ratos: Leptospirose, entre outras.

controle-de-vetores-3

Razões para fazer o controle de vetores

Além da possibilidade de causar problemas à saúde, o controle de pragas e vetores é amparado legalmente. Seguindo a legislação, a ANVISA supervisiona a segurança alimentícia em empresas e comércios. Dependendo do caso, o estabelecimento pode ser multado ou até mesmo interditado.

Ao passar por casos de interdição a imagem do local fica comprometida e pode afastar clientes ou frequentadores. O quadro pode ficar ainda mais grave caso seja levado aos Juizados Especiais.

Dessa forma, é essencial a contratação de uma empresa de controle de pragas e vetores que seja especializada no assunto. Assim, ela poderá indicar qual o melhor produto e método a ser utilizado, sem afetar a rotina da família, da empresa ou do condomínio.

Por que contratar a Desentupidora Bonanza para fazer controle de pragas e vetores

Com mais de duas décadas realizando o serviço de controle de vetores e pragas, a Desentupidora Bonanza entende que ter profissionais qualificados e serviço personalizado é essencial.

Todos os agentes que operam no controle de pragas e vetores possuem o certificado MOPP (Movimentação e Operação de Produtos Perigosos). Assim, é possível atuar prezando a segurança de todos, sem riscos de acidentes.

Está buscando um trabalho que conte com eficiência no controle de pragas e vetores e tenha soluções criativas? Então, faça já o seu orçamento gratuito e conheça a Desentupidora Bonanza.

Desentupidora RJ – Trabalhamos 24 horas!

Visita e Avaliação gratuita com os melhores profissionais do Rio de Janeiro.

Quer uma avaliação? Ligamos pra você!